O que você faria se acreditasse que pode?
Share



[Foto: Gabriela Burdmann]

Algumas perguntas podem dar um nó na cabeça, justamente porque surpreendem o nosso caminho de raciocínio costumeiro. Quando somos pegas no flagra dos nossos mecanismos de manter as coisas como estão, abrimos a possibilidade do “e se…”

~ E se eu não limitasse minha visão a esse único ponto?

~ E se eu sacasse que pelo fato de eu não ter visto ainda, não quer dizer que não existam outras possibilidades?

~ E se eu escolhesse outro ângulo, só para variar?

Então, vamos rabiscar uma lista aqui, toda hipotética, sem compromisso – pra não assustar demais nossas defesas! O que aconteceria se a gente só de teste, assim como quem não quer nada, tirasse o NÃO da frente do “não posso”, “não dou conta”, “não consigo”, “não sou boa o suficiente”? Que portas poderiam se abrir, heim?

Comecei a imaginar aqui e acho que cheguei a alguns itens que estariam na lista de muitas de nós. Veja aí se confere!

O que eu poderia fazer se acreditasse que posso?

  1. Eu começaria a organizar as viagens que eu sempre digo que sonho em fazer, mas costumam ficar para “outra vida”.
  2. Levaria adiante o estudo dos idiomas que eu quero aprender, até aqueles que parecem embolar demais a minha língua.
  3. Deixaria meu corpo experimentar outras formas de se mover, se exercitar, sentir prazer. Deixaria meu corpo solto para brincar.
  4. Criaria mais, me expressaria mais, colocaria a cara no sol, me daria permissão para experimentar.
  5. Chegaria junto de quem eu acho interessante.
  6. Leria os livros que eu realmente quero, estudaria o que eu realmente anseio em aprender, me dedicaria ao que eu realmente quero ver florescer.
  7. Daria tempo e espaço pra me recarregar.
  8. Testaria aquelas ideias que estão no papel faz tempo.
  9. Bancaria as minhas vontades mais verdadeiras.
  10. Viveria a minha autenticidade.

Não sei você, mas só de ler essa lista, já me deu vontade de sair voando. Sentiu? : )

E fiquei aqui pensando: muito do que a gente acha que é difícil, complicado, impossível é só porque a gente não trabalhou nosso músculo da ousadia naquele campo da vida. Quanto mais a gente ousa, mais se expande a zona do possível. Topa o desafio?

Comente aqui, completando a lista: o que você faria se acreditasse que pode? E só de escrever aqui e assumir, pode ser que a gente inspire mais mulheres a serem as forças brilhantes que elas já são, que nós já somos. Ah, se tava faltando alguém te dizer, aqui vai: sim, você pode.

Que tal um empurrãozinho para recuperar o prazer em criar e fazer acontecer? Tem convite especial aqui, ó.

Comentários